Carta ao senador Izalci Lucas

A Coppe/UFRJ manifesta profunda preocupação com o substitutivo proposto pelo senador Marcos Rogério (DEM/RO) ao Projeto de Lei do Senado 232/2016 que prevê “ampliar” a destinação de recursos que as concessionárias, obrigatoriamente, investem em projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação, abre espaço para a contratação de empresas privadas que não realizam pesquisa científica, apenas estudos de consultoria.

Romildo Toledo

Diretor da Coppe/UFRJ

Brasil Manchado de Óleo: Nota da Coppe e do Fórum de Ciência e Cultura da UFRJ

No final de agosto deste ano, foi verificada a chegada de óleo nas praias da Paraíba. Essas manchas foram caracterizadas como óleos de densidade elevada e provenientes de longas distâncias no oceano Atlântico. Sem reação à altura por parte dos órgãos competentes, este evento foi se tornando um grande desastre que atinge, até este momento, longas extensões da costa brasileira. (Clique no ícone [+] abaixo para ler a nota completa, com as recomendações feitas pelos especialistas reunidos no evento "Brasil: manchado de óleo")

Coppe/UFRJ e Fórum de Ciência e Cultura (FCC/UFRJ)

Nota de pesar - Wanderley Guilherme dos Santos

A Coppe/UFRJ manifesta profundo pesar pelo falecimento do professor Titular da UFRJ, Wanderley Guilherme dos Santos (26/10). Conhecido e admirado por sua independência política e coragem, o decano da Ciência Política no Brasil influenciou gerações de mestres.

Romildo Toledo

Diretor da Coppe/UFRJ

Conselho Deliberativo da Coppe/UFRJ se manifesta contra cortes na Capes

O Conselho Deliberativo da Coppe/UFRJ repudia o anúncio feito pelo Ministério da Educação em que propõe corte de metade do orçamento Capes para o ano de 2020. Essa ação do Ministério da Educação, combinada com o cancelamento de aproximadamente 12.000 bolsas de estudos, já realizado durante o ano de 2019, terá forte impacto na formação de recursos humanos altamente qualificados e com prejuízo irreparável para o desenvolvimento e a soberania do país.

Roberto Bartholo

Presidente do Conselho Deliberativo da Coppe/UFRJ

Corte de bolsas agrava desmonte da Ciência e Tecnologia

A Coppe/UFRJ repudia a asfixia orçamentária imposta pelo governo federal à Ciência e Tecnologia. Nesta quinta-feira, 15 de agosto, o CNPq anunciou a suspensão da concessão de 4,5 mil bolsas. Como agravante, sequer as bolsas vigentes têm seu pagamento garantido até o final do ano. Em apenas três meses nossa instituição perdeu 36 bolsas de mestrado e doutorado: 13 da Capes, no mês de maio, e 23 do CNPq, afetando sete dos nossos 13 programas. Na disputa pelos escassos recursos do cada vez mais contingenciado orçamento da União, setores como a Educação, a Ciência e a Tecnologia, que deveriam ser prioritários a uma nação que pretende – e precisa – se desenvolver em bases mais justas e autônomas, vêm sendo reiteradamente negligenciados. Essas iniciativas podem levar ao desmonte do aparato de Ciência e Tecnologia, a duras penas erguido pela sociedade brasileira.

Diretoria da Coppe/UFRJ

Coppe manifesta seu apoio ao Inpe

A Coppe/UFRJ manifesta sua solidariedade ao professor Ricardo Galvão e aos demais profissionais do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), cujo trabalho de excelência científica tornou a instituição referência internacional. Corroboramos o entendimento das entidades representativas da Ciência e Tecnologia, manifestado em notas públicas, que refutam as declarações do presidente Jair Bolsonaro, o qual acusou o Instituto de divulgar “números mentirosos” sobre o desmatamento na Amazônia e seu diretor de servir a interesses diversos da Ciência.

Romildo Toledo

Diretor da Coppe/UFRJ

Pages