/Diretoria

  • Diretoria da Coppe

     

    Diretor

    Edson Watanabe

    Mestre em Engenharia Elétrica pela Coppe/UFRJ (1976) e doutor em Engenharia Elétrica pelo Tokyo Institute of Technology, Japão (1981), é professor titular da UFRJ. Ingressou em 1981 no Programa de Engenharia Elétrica da Coppe, instituição na qual foi vice-diretor de 2013 a 2015 e diretor de Assuntos Acadêmicos de 2007 a 2013.

     

    Pesquisador nível 1A do CNPq, é membro sênior do Institute of Electrical and Electronics Engineers (IEEE) e foi contemplado, de 2012 a 2017, como Programa Cientista do Nosso Estado, da Faperj.

     

    Foi agraciado com o Prêmio João Chrisóstomo Cardoso, do Instituto de Química da UFRJ, em 2002, com a Ordem Nacional do Mérito Científico, no grau de Comendador, em 2005, e com o NariHingorani IEEE PES Facts Award, em 2013.

     

    Lattes: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4787267H0

     


    Vice-Diretor

    Romildo Dias Toledo Filho

    Mestre (1986) e doutor (1997) em Engenharia Civil pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (Puc-Rio), fez pós-doutorado na Universidade Técnica de Dresden, na Alemanha. Professor titular da UFRJ, ingressou na Coppe em 1999, no Programa de Engenharia Civil.De 2013 a 2015, foi diretor de Tecnologia e Inovação da Coppe.

     

    No ano 2000, foi contemplado pelo edital Cientista Jovem do Nosso Estado e selecionado, em 2010, no edital Cientista do Nosso Estado, ambos da Faperj. Em 2009, recebeu do Instituto Brasileiro do Concreto o prêmio Luiz Alfredo Falcão Bauer, de Destaque do Ano em Engenharia, no campo das pesquisas do concreto e materiais constituintes.

     

    Lattes: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4783376D8

     

     

    Diretor de Relações Institucionais

    Luiz Pinguelli Rosa

    Mestre em Engenharia Nuclear pela Coppe/UFRJ (1969) e doutor em Física pela PUC-Rio (1974), é professor titular e emérito da UFRJ, onde ingressou em 1969. Eleito diretor da Coppe cinco vezes, não sucessivamente, em 1986, 1994, 2002, 2007 e 2011, integra o corpo docente do Programa de Planejamento Energético. Seu terceiro mandato como diretor da Coppe foi interrompido para assumir, em janeiro de 2003, a presidência da Eletrobras, na qual permaneceu até maio de 2004.

     

    Membro da Academia Brasileira de Ciências (ABC), foi agraciado com o Forum Award da Associação Americana de Física, em 1992, e a comenda com o grau de Chevalier de l’Ordredes Palmes Académiques, concedido pelo Ministério da Educação da França, em 1998.

     

    Recebeu o Prêmio Golfinho de Ouro, categoria Ciências, oferecido pelo Conselho Estadual de Cultura do Governo do Estado do Rio de Janeiro, no ano 2000, e medalhas da Ordem do Mérito da Defesa, no grau de Comendador, em 2003, e no grau de Grande Oficial, em 2011.

     

    Foi membro do Conselho Pugwash (1999-2001) – associação fundada por Albert Einstein e Bertrand Russel agraciada com o Nobel da Paz em 1995 –, secretário-geral da Sociedade Brasileira de Física por dois mandatos, de 1994 a 1998, presidente da Associação Latino-Americana de Planejamento Energético, de 1994 a 1998, e membro do conselho da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC).

     

    Desde 1998, é autor ou revisor de relatórios do Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC/ONU), entidade que recebeu o Prêmio Nobel da Paz em 2007. Desde 2004, é secretárioexecutivo do Fórum Brasileiro de Mudanças Climáticas (FBMC), órgão presidido pelo presidente da República, que reúne representantes de órgãos governamentais e entidades da sociedade civil.

     

    É autor do livro Tecnociências e humanidades: novos paradigmas, velhas questões, publicado em dois volumes pela editora Paz e Terra, que, em 2006,concorreu entre os dez selecionados ao Prêmio Jabuti, na categoria Humanidades. Por sua contribuição à pesquisa, ao desenvolvimento tecnológico e à inovação no setor energético brasileiro, foi contemplado com o Prêmio ANP Inovação Tecnológica 2014, na categoria Personalidade Inovação do Ano.

     

    Lattes: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?metodo=apresentar&id=K4780878J3

     


    Diretor de Tecnologia e Inovação

    Fernando Rochinha

    Mestre e doutor em Engenharia Mecânica pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro/PUC-Rio (1990), é professor titular da UFRJ, onde ingressou em 1993 no Programa de Engenharia Mecânica da Coppe. Em outubro de 2013, assumiu, pela terceira vez, a diretoria de Assuntos Acadêmicos da Coppe, na qual permaneceu até julho de 2015: foi diretor adjunto, em 2002, e diretor de 2003 a 2007. 

     

    Desde julho de 2015, é diretor superintendente da Fundação Coppetec.

     

    Pesquisador 1-A e membro do Comitê Assessor do CNPq desde 2012, é editor-chefe do Journal of the Brazilian Society of Mechanical Sciences and Engineering e membro do corpo editorial do International Journal for Uncertainty Quantification e do Interaction and Multiscal e Mechanics.

     

    Em 2010,integrou o Painel de Avaliação de Projetos da National Science Foundation (NSF) – agência governamental independente dos EUA que promove pesquisa e educação fundamental em todos os campos da ciência e da engenharia.

     

    Lattes: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4780081J5

     

     

    Diretora de Assuntos Acadêmicos

    Claudia Werner

    Bacharel em Matemática (modalidade Informática) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1985) e doutora em Engenharia de Sistemas e Computação pela Coppe/UFRJ (1992), Claudia Werner ingressou na Coppe como docente em 1994, no Programa de Engenharia de Sistemas e Computação, do qual assumiu a coordenação em 2001. 

     

    Diretora adjunta de Assuntos Acadêmicos da Coppe, de 2003 a 2007, criou a Superintendência de Tecnologia de Informação e Comunicação (SuperTIC) da UFRJ, em 2009, e presidiu, de 2011 a 2013, o Conselho Gestor de Tecnologia de Informação e Comunicação (CG-TIC) da universidade.

     

    Pesquisadora 1D do CNPq, é Cientista do Nosso Estado da Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj), membro da Sociedade Brasileira de Computação (SBC) e coeditora-chefe do Journal of Software Engineering Research and Development (JSERD).

     

    Na Coppe, já orientou 59 dissertações de mestrado e teses de doutorado e publicou 280 artigos técnicos em conferências e periódicos nacionais e internacionais.

     

    Lattes: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4781498Y4

     

     

    Diretor de Planejamento, Administração e Desenvolvimento Institucional

    Ericksson Almendra

    Mestre (1979) e doutor (1990) em Engenharia Metalúrgica e de Materiais pela Coppe/UFRJ, ingressou como professor na UFRJ em 1977, no Programa e no Departamento de Engenharia Metalúrgica e de Materiais, ligados respectivamente à Coppe e à Escola de Engenharia (Politécnica).

     

    Na UFRJ, assumiu vários cargos administrativos ao longo de sua trajetória: superintendente geral de Políticas Estudantis da UFRJ (março de 2014 a março de 2015), diretor da Escola Politécnica da UFRJ (2006-2014), diretor adjunto de Ensino e Cultura da Escola Politécnica (2002-2003) e coordenador do Programa de Engenharia Metalúrgica e de Materiais da Coppe/UFRJ (1990-1992). Também foi membro do Conselho Universitário (1978), do Conselho de Curadores (1980), da Congregação da Escola de Engenharia (1985) e do Conselho de Coordenação do Centro de Tecnologia (1986).

     

    Lattes: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4783616Z6

     

     

    Diretor de Orçamento e Controle da Coppe

    Fernando Peregrino

    Mestre (2009) e doutor (2012) em Engenharia de Produção pela Coppe/UFRJ, é analista de C&T aposentado do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação. Desde 1986, colabora com a UFRJ e a Fundação Coppetec. Foi superintendente do Fórum de Ciência e Cultura da UFRJ. 

     

    Desde julho de 2015, é diretor executivo da Fundação Coppetec.

     

    Especialista em políticas públicas, ocupou, ao longo da carreira, vários cargos na administração pública. Foi presidente da Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj) por duas ocasiões (1991-1994 e 1999-2001); presidente do Proderj (2001), coordenador de Desenvolvimento Humano do governo do Estado do Rio de Janeiro (2000-2002), secretário de estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (2003), e secretário de estado chefe de gabinete do Governo do Estado do Rio de Janeiro (2004-2006).

     

    Foi presidente do Fórum Nacional dos Secretários de C&T e membro do Conselho Nacional de C&T da Presidência da República (2003). Atualmente, é vice-presidente do Conselho Nacional das Fundações de Apoio às Instituições de Ensino Superior e de Pesquisa (Confies).

     

    Em 2000, recebeu a Medalha de Mérito Pedro Ernesto, da Câmara Municipal do Rio de Janeiro.

     

    Lattes: http://buscatextual.cnpq.br/buscatextual/visualizacv.do?id=K4727697T6

     

     

    Diretor Adjunto de Planejamento, Administração e Desenvolvimento Institucional

    Fernando Sepúlveda

    Mestre em Ciência da Informação pelo Ibict/CNPq – ECO/UFRJ (1996) e doutor em Engenharia de Produção pela Coppe/UFRJ (2009), ingressou na Coppe em 1999 como gerente da Qualidade do Laboratório de Tecnologia Submarina (LTS).

     

    Ex-assessor do Sistema de Gestão da Qualidade, assessor de Processos da Qualidade da Diretoria de Planejamento e Administração e coordenador do Coppe Qualidade (2014). Foi chefe de gabinete do diretor da Escola de Educação Física e Desportos da UFRJ (1990-1992), diretor adjunto de Administração do Hospital-Escola São Francisco de Assis/UFRJ (1992-1993), diretor de Desenvolvimento Institucional da Pró-Reitoria de Planejamento da UFRJ (2003-2004) e pró-reitor de Planejamento, Administração e Desenvolvimento Institucional do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro (IFRJ) de 2011 a 2013.

     

    Entre outras experiências, foi docente do curso de pós-graduação executiva em Qualidade da Coppe/UFRJ e do Grupo Bureau Veritas (2001-2002), do curso de Implantação e Auditorias de Sistema de Gestão Integrada da Pró-Reitoria de Pessoal da UFRJ (2008-2010) e do MBA de Gestão da Qualidade Total da UFF (2011). Recebeu, por três anos consecutivos, a partir de 2002, a medalha Voluntários da Qualidade no Serviço Público, concedida pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Em 2006, foi agraciado com a medalha do Prêmio Qualidade Rio, do governo do Estado do Rio de Janeiro, e em 2012 recebeu o certificado da ABNT (CB-25) concedido pelo Comitê Brasileiro da Qualidade (2012).

  • Diretores da Coppe de 1963 a 2015

     
    • Alberto Luiz Galvão Coimbra - Diretor e fundador da Coppe/UFRJ (1963–1973)
    • Sydney Martins Gomes dos Santos (1973–1975)
    • Sergio Neves Monteiro (1976–1978)
    • Paulo Alcântara Gomes (1979–1981)
    • Sandoval Carneiro Junior (1982–1985)
    • Luiz Pinguelli Rosa (1986–1989)
    • Nelson Maculan Filho (1990–1991)
    • Luiz Bevilacqua (1991–1992)
    • Antonio Fernando Catelli Infantosi (1992–1993)
    • Luiz Pinguelli Rosa (1994–1997)
    • Segen Farid Estefen (1998–2001)
    • Luiz Pinguelli Rosa (2002)1
    • Luiz Fernando Loureiro Legey (2002–2003)2
    • Aquilino Senra Martinez (2003)3
    • Angela Maria Cohen Uller (2003–2007)
    • Luiz Pinguelli Rosa (2007–2011)
    • Luiz Pinguelli Rosa (2011–2015)

    (1) Deixou o cargo para assumir a presidência da Eletrobras.

    (2)  Assumiu interinamente em janeiro de 2002 até a realização de nova eleição.

    (3)  Assumiu interinamente, de  junho a julho de 2003, até a posse da nova diretoria eleita.