Lista de Notícias

/COPPE e Espaço COPPE na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia

Quem sempre desejou saber como funciona um centro de pesquisa terá uma ótima oportunidade entre os dias 18 e 24 de outubro. Durante a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia a COPPE vai abrir suas portas e a comunidade poderá visitar seus modernos laboratórios, onde são realizadas pesquisas nas diversas áreas do conhecimento. Também poderá participar da programação do Espaço COPPE elaborada especialmente para esse evento.

O objetivo da Semana Nacional de C&T, criada através de decreto pelo Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, é mobilizar a população, principalmente crianças e jovens, para que conheça e futuramente possa discutir sobre a relevância e o impacto das pesquisas científicas e tecnológicas e suas aplicações no nosso dia-a-dia.

Confira abaixo a programação da COPPE

Visita aos laboratórios

LabOceano (Laboratório de Tecnologia Oceânica), onde está instalado o mais profundo Tanque Oceânico do mundo, capaz de reproduzir as principais características do meio ambiente marinho e simular fenômenos que ocorrem em lâminas d’água superiores a 2 mil metros de profundidade. Com 23 milhões de litros de água e altura corresponde a um prédio de oito andares, o tanque oceânico da COPPE tem 40 metros de comprimento, 30 metros de largura e 15 metros de profundidade e mais 10 metros adicionais em seu poço central. Só existem dois similares no mundo: o Marintek, na Noruega, com apenas 10 m de profundidade e o Marin, na Holanda, com 10,5 metros;

LAMCE (Laboratório de Métodos Computacionais em Engenharia), que desenvolve métodos numéricos nas áreas de Sistema e Mecânica Computacional, e trabalha com simulação em 3D para mapeamentos como o do Museu de Belas Artes, que terá suas instalações recuperadas. A equipe do laboratório também começou a desenvolver um projeto para o Programa Favela-Bairro, fazendo o levantamento e mapeamento das áreas carentes para a produção de maquetes virtuais, o que possibilitará prever com mais precisão como ficarão as residências após o término das obras;

LASUP (Laboratório de Aplicações de Supercondutores); que trabalha no desenvolvimento do Trem de Levitação Magnética Supercondutora utilizando tecnologia 100% nacional. O funcionamento do trem baseia-se na concepção de dois sistemas: propulsão, que consiste num motor linear, e levitação, um dispositivo formado por blocos supercondutores. Refrigerado a uma temperatura negativa de 196° C, esse dispositivo levita sobre um trilho que nada mais é do que um circuito magnético de imãs permanentes.

Laboratório de Hidrogênio. Um dos projetos da equipe do laboratório é o desenvolvimento de Pilhas a Combustível, que são equipamentos capazes de converter a energia química de certos combustíveis em energia elétrica, sem a necessidade de combustão, com maior eficiência e menores emissões de poluentes que os equipamentos atuais. A equipe do laboratório tem trabalhado no desenvolvimento de sensores e detectores de hidrogênio, visando o uso de novos métodos de detecção, monitoração e purificação deste gás. O objetivo é atender a necessidade de controle e garantia de desempenho e segurança de materiais em presença de hidrogênio.

Laboratório de Biodiesel. O Projeto do biodiesel brasileiro foi desenvolvido pelo Instituto Virtual Internacional de Mudanças Globais (IVIG) da COPPE, visando transformar óleo vegetal novo ou usado em combustível. Essa nova fonte de energia pode gerar benefícios financeiros e ambientais ao país, que consome anualmente 26 bilhões de litros de óleo diesel, 30% dele importado, e lança 70 milhões de toneladas de gás carbônico na atmosfera.

O Espaço COPPE também estará promovendo, em parceria com o Grupo Teknê, o evento Ciência, Tecnologia, História e Arte – Nossa cultura, nosso patrimônio, com exibição de filmes no Museu Histórico Nacional, no Museu Nacional de Belas Artes, no Espaço Unibanco e na Tenda Engenheiro Lobo Carneiro, localizada no Centro de Tecnologia da UFRJ.

A Semana Nacional de Ciência e Tecnologia

Coordenada pelo Ministério da Ciência e Tecnologia, esta será a primeira edição da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, que será realizada anualmente, sempre no mês de outubro. As atividades envolverão visitas às universidades e instituições de pesquisa; festivais e feiras de ciência; oficinas para o público; exibição de filmes e vídeos científicos em locais públicos; entrevistas, debates e documentários nos meios de comunicação; dentre outras.


A comunidade científica do Rio de Janeiro vai realizar uma série de atividades durante a primeira Semana Nacional de Ciência e Tecnologia. Estão programadas exposições, oficinas, apresentações de vídeo e teatro, shows musicais, palestras e visitações aos centros de pesquisa. A companhia Metrô Rio vai ceder espaço em suas estações para que as instituições de C&T possam promover exposições e exibir seus projetos. A Super Via vai participar com o Trem da Ciência, uma composição com oito vagões na qual serão realizadas atividades. No Rio de Janeiro, o encerramento da semana será com um show a ser realizado no Aterro do Flamengo. A programação e outras informações podem ser consultadas no site do Ministério da Ciência e Tecnologia, ou através do link: www.mct.gov.br/semanact.

  • Publicado em - 15/10/2004