Lista de Notícias

/Coppe promove cerimônia de posse de sua nova diretoria

A Coppe/UFRJ promove nesta sexta-feira, dia 2 de agosto, a cerimônia de posse dos professores Romildo Dias Toledo Filho e Suzana Kahn Ribeiro, como diretor e vice-diretora da instituição, respectivamente. A cerimônia será realizada, a partir das 10 horas, no auditório da Coppe, no Centro de Tecnologia 2, rua Moniz Aragão, 360, bloco 1, Cidade Universitária.
 

Inovação, empreendedorismo, sustentabilidade e internacionalização serão prioridades na nova gestão da Coppe liderada pelos  diretores que exibem esses temas como traços marcantes em suas trajetórias.  Presidente da Associação Brasileira de Materiais e Tecnologias não Convencionais, coordenador-executivo do Centro China-Brasil de Mudanças Climáticas e Tecnologias Inovadoras para Energia, e coordenador de dois laboratórios voltados para o desenvolvimento de inovações tecnológicas que reduzem o impacto ambiental na Engenharia Civil, Romildo Toledo une sua expertise à de Suzana Kahn, ex-vice-presidente do Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC), criadora do Painel Brasileiro de Mudanças Climáticas (PBMC), e ex-secretária de Mudanças Climáticas do Ministério do Meio Ambiente.


Há seis anos trabalhando em projetos conjuntos na área da sustentabilidade, Romildo e Suzana desenharam um projeto de futuro para manter a Coppe na vanguarda da ciência e tecnologia, em sinergia com temas que vêm sendo debatidos nos principais fóruns globais. Neste projeto, consta a ampliação da interdisciplinaridade, com parcerias dentro e fora da Universidade; a associação com instituições de vanguarda internacional; o cumprimento de políticas públicas nacionais e globais (como os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU); novas formas de captação de recursos e parcerias com foco em inovações tecnológicas nas áreas de robótica, nanotecnologia, smart cities, energias renováveis, biomateriais, bioprodutos, engenharia da saúde, mobilidade, dentre outras.


“Em três décadas, o Brasil passou por um dos maiores processos de desindustrialização do mundo: no setor industrial, a fatia do PIB caiu de 21% para 12%. Precisamos reverter esse quadro urgentemente. A Coppe, que hoje é a maior instituição de ensino e pesquisa em Engenharia do País, está preparada e à disposição nesse sentido, com propostas e soluções com base na Ciência e na Tecnologia”, ressalta Toledo.


Também estão inclusos neste projeto ampliar a internacionalização da instituição, trazendo mais alunos e professores estrangeiros, e também enviando seus estudantes e docentes para mais experiências no exterior. Os novos diretores também pretendem vencer o aperto orçamentário com a constituição de fundos patrimoniais e mais parcerias com empresas de economia mista e com o setor privado. Segundo dados da Capes, a Coppe já tem um grau de parceria com o setor produtivo superior ou similar a universidades de referência, como o Massachussets Institute of Technology (MIT).


“Negligenciar a importância do avanço científico e tecnológico é comprometer o futuro. Isso implica em reduzir as chances de encontrar alternativas para superar os crescentes e complexos desafios sociais, econômicos, ambientais. Não há dúvida de que um país com sólida base científica tem maior chance de prosperar, resultando em benefícios para a sociedade, nos aproximando da possibilidade de vivermos em um mundo mais justo e menos desigual”, destaca Suzana.

 

Romildo Toledo

Professor titular da UFRJ, é graduado (1983) em Engenharia Civil pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB), é mestre (1986) e doutor (1997) em Engenharia Civil pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), e fez pós-doutorado na Universidade Técnica de Dresden, na Alemanha. Ingressou na Coppe em 1999, no Programa de Engenharia Civil. De 2013 a 2015, foi diretor de Tecnologia e Inovação da Coppe, e de 2015 a 2019, vice-diretor da instituição.


Membro titular da Academia Brasileira de Ciências (ABC), Romildo coordena na Coppe o Núcleo de Materiais e Tecnologias Sustentáveis (Numats) e a área de Materiais do Laboratório de Estruturas e Materiais (Labest). Coordenador executivo do Centro Brasil-China de Mudanças Climáticas e Tecnologias Inovadoras para Energia, uma parceria entre a Coppe e a Universidade de Tsinghua, em Pequim, na China, é membro do INBAR Bamboo Construction Task Force e presidente da Associação Brasileira de Materiais e Tecnologias não Convencionais.


Em 2009 recebeu o prêmio Luiz Alfredo Falcão Bauer de Destaque do Ano em Engenharia, no campo das pesquisas do concreto e materiais constituintes, concedido pelo Instituto Brasileiro do Concreto. Foi contemplado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj) com o Prêmio Cientista Jovem do Estado do Rio de Janeiro (2000) e Prêmio Cientista do Nosso Estado (2010, 2013 e 2016).

 

Suzana Kahn Ribeiro


Mestre em Planejamento Energético (1988) e doutora em Engenharia de Produção (1995), ambos pela Coppe/UFRJ, Suzana Kahn Ribeiro é presidente do Comitê Científico do Painel Brasileiro de Mudanças Climáticas. Ingressou na Coppe em 1998, como docente do Programa de Engenharia de Transportes.


Coordenadora executiva do Fundo Verde da UFRJ, é membro do Conselho de Administração do Museu do Amanhã; do Conselho do Centro Empresarial de Desenvolvimento Sustentável (CEBDS); presidente do Conselho da BVRio, e consultora ad hoc do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico.  É responsável pela área de transporte do Grupo de Mitigação do Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC).


Foi vice-presidente do Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC), de 2008 a 2015; secretária de Mudanças Climáticas do Ministério do Meio Ambiente (2008 a 2010), e subsecretária de Estado do Ambiente do Rio de Janeiro (2010 a 2013).


Em 2007 integrou o grupo de cientistas do IPCC agraciado com o Nobel da Paz pela dedicação a estudos sobre mudanças do clima e o aquecimento global.

 

Composição da nova diretoria


Integram a equipe da nova diretoria da Coppe a professora Lavínia Borges, diretora acadêmica; o professor Marcello Campos, diretor-adjunto acadêmico; professor Ericksson Almendra, diretor de Planejamento, Administração e Desenvolvimento Institucional; Vanda Borges, diretora-adjunta de Gestão de Pessoas; professora Angela Uller, diretora de Tecnologia e Inovação e diretora-superintendente da Fundação Coppetec; professor David Castelo Branco, diretor-adjunto de Empreendedorismo;  Fernando Peregrino, diretor-executivo da Fundação Coppetec. 

 

Saiba mais sobre os novos diretores na seção Diretoria do site da Coppe.
 

  • Publicado em - 30/07/2019