/Notícias

  • Especialistas debatem na Coppe os impasses do modelo de produção de massa e a transição para um ecossistema cooperativo

    Em workshop na Coppe/UFRJ, os especialistas franceses Christian du Tertre e François Hubault defenderam a construção de um novo paradigma para a economia baseado na cooperação e na redução do consumo de recursos materiais. Promovido pelo Programa de Engenharia de Produção da Coppe, o Workshop sobre Economia da Funcionalidade e da Cooperação foi realizado, dia 6 de novembro, na Incubadora de Empresas da Coppe. O evento foi coordenado pelo professor Francisco Duarte e pela pesquisadora de pós-doutorado, Amanda Xavier, ambos do mesmo programa.

  • Workshop sobre o futuro potencial da energia eólica offshore

    Nesta terça-feira, dia 26 de novembro, o Laboratório Multiusuário em Modelagem Centrífuga (Lm2C), do Programa de Engenharia Civil da Coppe/UFRJ, promove o workshop “Fundação de Torres Eólicas Offshore”. O evento começa, às 8h30, no auditório da Coppe, bloco G, sala 122.

  • Diretor da Faperj apresenta na Coppe novos editais para a Inovação

    O diretor de tecnologia da Faperj, Maurício Guedes, apresentará na Coppe/UFRJ, dia 3 de dezembro, dois editais de apoio à inovação: um voltado às micro, pequenas e médias empresas, e outro ao empreendedorismo de doutores residentes no estado. A apresentação “Novos Editais e Perspectivas da Faperj para a Inovação” terá início, às 14h, no auditório da Coppe, no bloco G, sala 122.

  • Alunas da Coppe conquistam Prêmio Casa Firjan

    As alunas do Programa de Engenharia de Produção da Coppe/UFRJ, Amanda Xavier Pedrosa e Cristine Carvalho, conquistaram o Prêmio Casa Firjan, que contemplou as melhores teses de doutorado e dissertações de mestrado voltadas para tema: O futuro do trabalho e a reinvenção das empresas. O resultado foi divulgado nesta sexta-feira, dia 8 de novembro. A cerimônia de premiação será no próximo dia 22 de novembro, às 10 horas, na Casa Firjan, na rua Guilhermina Guinle, 211, Botafogo, Rio de Janeiro.

  • Coppe propõe criação de sistema nacional de monitoramento do mar

    “O Brasil precisa desenvolver um sistema de monitoramento ambiental da costa brasileira, do Pará ao Rio Grande do Sul”, afirmou o professor da Coppe/UFRJ, Luiz Landau, no seminário Brasil: manchado de óleo realizado, nesta segunda-feira, 11 de novembro. A proposta foi reiterada pelo diretor da Coppe, professor Romildo Toledo, alertando que se confirmada à previsão de que até 2030 a produção de petróleo superará os oito milhões de barris por dia, aumentando o risco operacional e o tráfego de embarcações no mar territorial brasileiro.

  • Vídeo da Coppetec é premiado pelo Confies

    Vídeo produzido pela funcionária da Fundação Coppetec, Polyana Califree, e pela estagiária do Laboratório de Produção Multimídia (LPM) da Coppe, Helena Zimbrão, conquistou o 1º lugar no II Concurso de Vídeo do Confies – Conselho Nacional das Fundações de Apoio às Instituições de Ensino Superior e de Pesquisa Científica e Tecnológica.

  • Pesquisa de professora da Coppe sobre contaminação de solos e corpos hídricos é referência no Enem 2019

    O artigo “Fármacos no Meio-Ambiente”, de autoria da professora Márcia Dezotti, da Coppe/UFRJ, e Daniele Bila, da Uerj, inspirou uma das questões da prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019, realizado neste domingo, 10 de novembro. No artigo, a pesquisadora alerta para a contaminação de solo, subsolo e corpos hídricos provocada pelo descarte de fármacos como hormônios, antibióticos, anestésicos e anti-inflamatórios. A questão do Enem ressalta a preocupação das pesquisadoras para as quantidades descartadas dessas substâncias nesses ambientes.

  • Pesquisadores da Coppe advertem que Brasil precisa implantar um sistema de monitoramento no mar

    “Se a academia brasileira dispõe da tecnologia, recursos humanos qualificados e conhecimento acumulado, por que as autoridades governamentais não a procuram antes que o pior se suceda? Por que não utilizar essa expertise de forma a prevenir estes desastres e suas graves consequências?”, questiona a vice-diretora da Coppe, professora Suzana Kahn Ribeiro. Segundo o professor Luiz Landau, coordenador do Laboratório de Métodos Computacionais em Engenharia (Lamce) da Coppe, o Brasil necessita implantar um sistema ambiental de monitoramento no mar é preciso unir a iniciativa do poder público com a competência dos centros de pesquisa.

  • Projetos da Coppe são contemplados por programa da Faperj

    Cinco professores da Coppe/UFRJ tiveram projetos aprovados pelo Programa de Apoio a Projetos Temáticos no Estado do Rio de Janeiro, da Faperj, em 2019.

  • Brasil manchado de óleo: Coppe e Fórum de Ciência e Cultura debatem o desastre

    A Coppe e o Fórum de Ciência e Cultura promovem na próxima segunda-feira, 11 de novembro, às 17h30, o seminário Brasil: manchado de óleo. Participarão do evento, a vice-diretora da Coppe, professora Suzana Kahn Ribeiro; o professor Luiz Landau, do Programa de Engenharia Civil; o professor Rodrigo Leão de Moura, do Instituto de Biologia, pesquisador associado do Núcleo Rogerio Valle de Produção Sustentável (Sage) e coordenador da Rede Abrolhos; e a pescadora quilombola Eliete Paraguassu. O debate será mediado pelo ex-diretor da Coppe, professor Luiz Pinguelli Rosa.

Páginas