/Notícias

  • Trabalhos desenvolvidos na Coppe vencem votação do Rio Oil & Gas 2020

    Dois trabalhos submetidos por professores e pesquisadores da Coppe foram escolhidos como os melhores em suas áreas temáticas, em votação promovida pelo Rio Oil & Gas, entre os especialistas que participarão do congresso.

  • Semana PESC 50 anos: Impressões da década de 2010 é um dos temas do último dia do seminário

    O último dia da Semana PESC 50 anos contará, dia 13 de novembro, com a participação do professor Franklin Marquezino, que abordará o tema “Impressões sobre a década de 10”, quando ingressou como docente no Programa de Engenharia de Sistemas e Computação da Coppe/UFRJ

  • Impressões da década de 2000 é um dos temas do quarto dia da Semana PESC 50 anos

    Em seu quarto dia, a Semana PESC 50 anos contará hoje, dia 12 de novembro, com a participação do professor Henrique Luiz Cukierman, que abordará o tema “Impressões sobre a década de 2000”, quando ingressou como docente no Programa de Engenharia de Sistemas e Computação da Coppe/UFRJ.

  • Semana PESC 50 anos: Impressões da década de 90 é um dos temas do terceiro dia

    Em seu terceiro dia, a Semana PESC 50 anos contará hoje, dia 11 de novembro, com a participação da professora Marta Mattoso, que abordará o tema “Impressões sobre a década de 90”, época em que ingressou como docente no Programa de Engenharia de Sistemas e Computação da Coppe/UFRJ.

  • Semana PESC 50 anos: Impressões da década de 80 é um dos temas do segundo dia

    O seminário virtual Semana PESC 50 anos contará hoje, dia 10 de novembro, com a participação da professora Ana Regina da Rocha, que abordará o tema “Impressões sobre a década de 80”, época em que ingressou como docente no Programa de Engenharia de Sistemas e Computação da Coppe/UFRJ.

  • Nelson Maculan fala sobre as impressões da década de 1970 durante a Semana PESC 50 anos

    O professor Nelson Maculan, do Programa de Engenharia de Sistema e Computação (PESC) da Coppe/UFRJ e Emérito da UFRJ, falará sobre as “impressões da década de 70”, época em que ingressou como docente no Programa da instituição.

  • Pesquisadores da Coppe desenvolvem tecnologia inovadora para tratamento de câncer

    Professores e pesquisadores da Coppe/UFRJ desenvolveram uma nanotecnologia inovadora para tratamento de câncer por hipertermia. Os pesquisadores liderados pelo professor Dilson dos Santos sintetizaram nanocubos de paládio e nanopartículas de paládio e óxido de cério, ambas sob a forma de hidreto. Essa tecnologia, ainda deve ser testada in vivo, de modo a permitir uma melhor adequação dos parâmetros para, mediante irradiação por laser, eliminar células tumorais com alta eficiência e sem afetar as células saudáveis ao redor do tumor. Os resultados foram publicados na Nature Scientific Reports

  • Coppe promove Seminário dos 50 anos de seu Programa de Engenharia de Sistemas e Computação

    A Coppe/UFRJ promove a Semana PESC 50 anos, entre os dias 9 e 13 de novembro, em comemoração ao cinquentenário do Programa de Engenharia de Sistemas e Computação da instituição. O seminário virtual, que contará com a participação de cinco professores que ingressaram no PESC em cada uma das décadas, e de cinco ex-alunos que seguiram carreiras diversificadas, será realizado das 18 às 19 horas pelo Youtube.

  • Equipe da UFRJ liderada pela Coppe vence o Vacathon, a maratona de inovação do setor do leite

    A equipe Mimosa, da UFRJ, acaba de conquistar a quinta edição do Vacathon, a maratona de inovação do setor do leite e derivados, ficando em primeiro lugar, no nível Ouro. O grupo é constituído por dez alunos da universidade, liderados por três professores do Programa de Engenharia de Sistemas e Computação da Coppe/UFRJ e por uma pesquisadora do Centro da Ciência da Saúde (CCS).

  • Aluna da Coppe/UFRJ ganha prêmio internacional por pesquisa com microalgas

    A aluna Monique Branco, do Programa de Planejamento Energético (PPE) da Coppe/UFRJ, recebeu o Prêmio Científico Mário Quartin Graça 2020, por seus estudos com a microalga Phaeodactylum tricornutum. A pesquisa demonstrou o potencial desta microalga para produção de biocombustíveis e para uso em bio e nanotecnologia. O cultivo de microalgas tem a vantagem de não competir com a produção de alimentos, como é o caso dos biocombustíveis de origem vegetal.

Páginas